sábado, 14 de janeiro de 2012

Shampoo para queda de cabelos

Então, qual é o shampoo certo para queda de cabelo? Onde você vai encontrar um shampoo que pode ajudar a aliviar problemas de seu cabelo para trás e recuperar o seu cabelo? Desculpe dizer, não há shampoo que pode parar ou reverter a perda de cabelo. Portanto, se você ver um produto shampoo que afirma que pode, sozinho, volta a recuperar o seu cabelo, você pode simplesmente apostar sua sorte em outro lugar. No entanto, um bom shampoo pode completar-lhe no tratamento de perda de cabelo e ajustar o seu couro cabeludo em condições ideais.
Não há dúvida de que, claro, alguns shampoos contêm ingredientes que podem ajudar a promover o crescimento do cabelo e melhora a aparência geral, alguns produtos químicos em seu xampu que você tem usado por anos pode desempenhar um papel na luta contra a interromper a sua queda de cabelo.

Ajudando você a escolher um xampu certo para a perda de cabelo

Nesta seção, não será oferecendo-lhe um shampoo milagre que pára a perda de cabelo, mas sim realista, vamos focar em como você pode obter um shampoo direito que pode colocar o seu cabelo e couro cabeludo para a melhor condição para o tratamento da perda de cabelo.

Quando se trata de uma escolha, a sua melhor opção é pegar um shampoo que contém menos produtos químicos sintéticos e sempre olhar para uma determinada palavra - Organic.

Não importa o quão leve shampoos convencionais são, elas contêm uma grande quantidade de produtos químicos sintéticos que pode potencialmente obstruir sua restauração do cabelo para não mencionar causando outros problemas de saúde. Shampoos orgânicos, por outro lado são menos implacáveis ​​em seu cabelo e couro cabeludo e fornecer a alimentação às necessidades do seu cabelo. Alguns dos pontos principais que estaremos olhando para são

     Produtos químicos prejudiciais em Shampoos Convencional
     Por Shampoo orgânico é a Melhor Solução para queda de cabelo
     Comentários dos Shampoos mais respeitáveis ​​Orgânica Disponível

Assim, tomar o seu tempo e entender desde que você estará usando o seu shampoo regularmente. É importante entender as escolhas que você está prestes a make.So, qual é o shampoo certo para queda de cabelo? Onde você vai encontrar um shampoo que pode ajudar a aliviar problemas de seu cabelo para trás e recuperar o seu cabelo? Desculpe dizer, não há shampoo que pode parar ou reverter a perda de cabelo. Portanto, se você ver um produto shampoo que afirma que pode, sozinho, volta a recuperar o seu cabelo, você pode simplesmente apostar sua sorte em outro lugar. No entanto, um bom shampoo pode completar-lhe no tratamento de perda de cabelo e ajustar o seu couro cabeludo em condições ideais.
Não há dúvida de que, claro, alguns shampoos contêm ingredientes que podem ajudar a promover o crescimento do cabelo e melhora a aparência geral, alguns produtos químicos em seu xampu que você tem usado por anos pode desempenhar um papel na luta contra a interromper a sua queda de cabelo.

domingo, 10 de outubro de 2010

Sabrina Sato pode estar sofrendo queda de cabelos

Sabrina Sato está sofrendo com a queda precoce de cabelos. Segundo o blog de Fabíola Reipert, do "R7", esse foi o principal motivo da mudança radical da apresentadora. Antes loira, recentemente Sabrina apareceu com os cabelos escuros.A alteração na cor das madeixas foi sugestão dos cabeleireiros do MG Hair, que passaram até seis horas - de acordo com o blog - cuidando dos fios quebradiços da moça.Para esconder as falhas no cabelo, Sabrina precisou usar apliques durante algumas matérias, como na entrevista que fez com o astro teen Justin Bieber.

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Hábitos de inverno podem aumentar a queda de cabelos

O cabelo é considerado por muitos como sendo a moldura do rosto, influenciando na imagem que a pessoa transmite. Por isso muita gente se preocupa com o corte, o penteado e a cor dos cabelos. Mas não são apenas as tesouras e as escovas que ajudam a deixar as madeixas mais bonitas, é preciso estar atento à saúde dos fios. Assim como a pele, o cabelo precisa de cuidados que vão além de água e xampu e, especialmente no inverno, é preciso redobrar a atenção.

O couro cabeludo tem, em média, de 100 a 150 mil folículos pilosos, região que produz o pelo. Para crescer, o fio passa por três fases, a de crescimento; um momento em que o fio para de crescer e o repouso do crescimento seguido de queda. Estas fases duram, em média, de três a seis anos. Em condições normais, 85% dos fios do couro cabeludo crescem todos os dias. Porém, os hábitos no período mais frio do ano podem levar a agressões aos fios e diminuir a sua durabilidade.

Um dos principais problemas nesta época do ano está relacionado à queda de cabelo, embora ela seja absolutamente normal se estiver entre 100 a 150 fios por dia, mas se você acha que esta perdendo mais do que isso, o problema pode estar no uso da chapinha e do secador: “O calor pode traumatizar o folículo, região da raiz do cabelo, causando também a queda e o rompimento dos fios”, explica Aguinaldo Bonalumi, dermatologista da Paraná Clínicas Planos de Saúde Empresariais. Quando não for possível deixá-los de lado, a dica do médico é usar o secador na temperatura menos quente possível, mantê-lo mais afastado dos cabelos e evitar permanecer com o secador parado em um único local do couro cabeludo.

Outro agravante para a queda de cabelo são os tratamentos químicos que homens e mulheres utilizam. As tinturas, água oxigenada, descolorantes, alisantes, permanentes, entre outros, prejudicam a saúde do cabelo se não forem usados corretamente ou feitos com frequência e simultaneamente.

A lavagem dos cabelos deve ser feita também com cuidado. Para cabelos oleosos, o ideal é lavar todos os dias e quem tem o couro cabeludo seco, pode fazer o procedimento a cada dois ou três dias. “Lavar o cabelo todos os dias não traz prejuízo para a saúde deles, mas é preciso entender o tipo certo para não errar na medida”, explica o dermatologista.

Porém, na hora de lavar é preciso estar atento também à temperatura da água, pois ela pode prejudicar o seu cabelo e a sua pele. “Banhos muito quentes podem causar a dermatite seborréica, a caspa, que é uma doença e deve ser tratada”, explica Bonalumi. O médico destaca que além do desconforto estético que a caspa causa, principalmente quando localizada no couro cabeludo e face, ela pode se tornar um agravante para a queda dos cabelos.

A doença ocorre em, pelo menos, 5% da população e, apesar de não ter cura, tem tratamentos eficazes. A orientação do dermatologista é para utilização de xampu adequado, evitar excesso de cremes, lavar o couro cabeludo com frequência e evitar usar secador muito quente. “Porém, como há outras doenças que podem descamar o couro cabeludo, antes que se inicie qualquer tratamento, é importante consultar um médico dermatologista para que seja feito o diagnóstico correto”, aconselha o especialista.

O uso de alguns medicamentos também pode ocasionar a queda de cabelo, como anticoncepcional, antidepressivo, quimioterapias e medicamentos para hipertensão. “A saúde do cabelo é mais um motivo para não se automedicar”, alerta Bonalumi. “Algumas doenças também têm como sintoma a perda dos pelos, como alteração da tireóide, síndrome dos ovários policísticos, carência de vitaminas e distúrbios hormonais, além do estresse e da ansiedade. Por isso a importância de procurar um dermatologista sempre que o problema aparecer”.

Ter uma alimentação balanceada traz benefícios para os cabelos assim como para todo o corpo. O dermatologista destaca que, para um desenvolvimento saudável, os cabelos precisam de ferro, zinco, entre outras vitaminas, presentes em frutas, carnes, cereais, legumes e verduras.

domingo, 14 de junho de 2009

Sinais e sintomas de queda de cabelo


A incidência da calvície é variável de população para população tendo como base o seu passado genético. Factores ambientais, parecem não afectar este tipo de perda de cabelo. Um estudo realizado em larga escala, na Austrália, mostrou que a prevalência de perda frontal ou na parte de traz da nuca do cabelo, aumenta em 57% na mulheres e 75% no homens com o aumento da idade após os 80 anos. De acordo com a revista Medical library's, a calvície afecta cerca de 40 milhões de homens, só nos Estado Unidos. Aproximadamente 25% desses homens começam a ter perdas de cabelo a partir dos 30 anos de idade e 2/3 a partir dos 60 anos de idade.